Como abrir o caminho para acessar mercados internacionais

Não é novidade para ninguém que o acesso ao mercado externo representa nova oportunidade de expansão dos negócios. Além disso, oferece outros desafios para quem já tem um empreendimento consolidado.

Se a sua ideia é investir na exportação, alguns estudos devem ser feitos em relação à região e ao público que se pretende conquistar no comércio internacional. Por diferenças históricas ou culturais, os clientes estrangeiros se diferem do perfil de consumidor que o empreendedor está acostumado a atender.

Mas empresas exportadoras podem contar com auxílio do governo, que busca compensar dificuldades e gerar competitividade para a economia brasileira no cenário internacional por meio da implementação de uma série de benefícios, como redução tributária (para empresas, impostos como IPI, PIS, Cofins e ICMS são desonerados na exportação), diversificação de riscos, preços mais rentáveis, melhoria na imagem doméstica do produto e da empresa. Assim, optando pela exportação, o empresário não fica inteiramente condicionado ao ritmo de crescimento da economia nacional e a mudanças na política econômica.

 

Uma outra opção que se abre é optar por destinar as vendas tanto ao mercado doméstico quanto ao internacional, diversificando assim riscos e tornando-se menos vulnerável a imprevistos em ambos os mercados.

 

Quer saber mais sobre esse assunto? Acompanhe as nossas postagens.

 

Fonte: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/saiba-sobre-planejamento-para-acessar-mercados-internacionais,2770438af1c92410VgnVCM100000b272010aRCRD?origem=tema&codTema=6

 

Deixe uma resposta