4 provas de que sua empresa está estagnada

Sua empresa está estagnada? Não? Tem certeza? Veja se essa citação faz sentido pra sua realidade: tudo está indo bem. Seus produtos tem uma boa aceitação no mercado, você tem uma carteira de clientes razoável, embora sempre tenha vontade de abocanhar uma fatia maior do seu mercado. Você tem bom relacionamento com seus funcionários, e tudo parece estar indo conforme manda o figurino.

Entretanto, algo ainda está te incomodando, e você não sabe exatamente o quê. Se você está com esta sensação de que apesar de tudo correr bem algo ainda parece errado, é hora de avaliar se o que está acontecendo é que a sua empresa está estagnada. Por isso, separamos 4 insights para te ajudar a identificar se este é o seu caso:

1) Faturamento não aumenta quando a empresa está estagnada

Passaram-se alguns anos desde que sua empresa desenvolveu aquela tecnologia que rendeu bons clientes e garantiu um faturamento estável. Foram bons frutos. No entanto, agora, parece que esse passado ficou um pouco distante. Sua empresa cresceu muito com esse projeto, alcançou um auge mas agora…está em um platô. O faturamento é estável e linear. Sempre o mesmo. Não aumenta bem.

Essa curva de crescimento é totalmente natural em qualquer negócio. E atingir essa “estabilidade financeira meio entediante” pode parecer ruim, mas também pode ser a situação perfeita para começar novos projetos.

Se você sente que está nesse momento, chegou a hora de dar passos concretos e ir em busca de soluções que possam mudar e alavancar significativamente o faturamento da empresa.

Uma das opções pode ser investir em uma nova tecnologia ou em uma modernização para o seu produto ou serviço, ou tirar esta ideia que você tem na gaveta faz alguns anos. Investir em um novo produto é algo que pode mudar definitivamente o panorama geral do negócio.

2) Seu produto é o mesmo (faz anos)

Quase a mesma situação do item anterior. Sua empresa atingiu uma maturidade dentro do seu segmento de mercado. Conseguiu um faturamento razoável, conquistou parte do mercado da sua área de atuação e garantiu um bom crescimento nos últimos anos. Mas agora, isso estabilizou.

Será que isso se deve ao fato de que o seu produto é o mesmo há anos? Nesse caso, talvez seja o momento de dar um salto tecnológico, realizar um upgrade ou investir em uma versão 2.0. Se você for uma empresa de software, levar o seu produto para a web ou para a nuvem pode ser justamente este salto que você precisa.

Ou mesmo investir em uma nova roupagem para a sua empresa, mais moderna e atual, em cima de um novo framework em nova arquitetura. Se seu produto está na mesma versão há um tempo considerável ou pior, está obsoleto, definitivamente está na hora de dar o próximo passo.

Caso sua empresa não seja de software, criar novos produtos ou melhorias do mesmo (ex. Uma nova linha de shampoo hipoalergênicos) também é válido. Inovar sempre costuma trazer bons resultados.

3) Market share constante

Seu produto é confiável e por isso, fidelizou bons clientes. Mas então, simplesmente, parou por aí. Se por acaso, sua empresa não evoluiu em termos de conquistar mais clientes, e levar uma maior fatia do mercado… está na hora de expandir as fronteiras e ir atrás de novos públicos.

Para tal, investir em novas ações comerciais pode trazer o resultado esperado. Criar novos escritórios, contratar mais vendedores, criar mais canais de vendas, investir em marketing online podem ser ações para aumentar suas vendas.

Além disso, dar uma nova cara de marketing a linha de produtos existentes sempre é um bom caminho para conquistar novos clientes, ou atingir um segmento ainda não alcançado.

Investir em inovação é uma das maneiras de diversificar o portfólio, o que pode ser uma saída para não ter mais aquele medo de perder o maior cliente responsável por 50% do faturamento.

4) Custos estão aumentando

Temos a crise e a inflação. Dois monstros que rodeiam a cabeça de qualquer empresário brasileiro. A crise sempre traz o receio de perder alguns clientes, ou mesmo reduzir o ticket médio por projeto.

Mas a inflação é ainda pior. Ela aumenta os seus custos, e num cenário de faturamento constante, isso significa diminuição da margem de lucro. Ou seja, menos dinheiro no bolso no final das contas.

Assim, um cenário de aumento de custos, com receita linear com possibilidade de diminuição, não pode ser favorável no médio prazo.

Se você se identificou com um ou mais pontos, não precisa se desesperar. Primeiro, é importante sempre adotar um olhar positivo para o seu negócio. Acredite, você pode superar a adversidade – mesmo que não saiba exatamente qual é ela. E depois, buscar alternativas para superá-la. Não precisa de muito para mudar completamente a realidade da empresa, se livrando dos obstáculos que estão empacando o crescimento. Conte com a gente para te ajudar!

Tags:

Deixe uma resposta